Agrupamento de Escolas da Lourinhã

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Teatro: “O Crime Não É A Minha Praia”

No dia 30 de Junho, pelas 21:30h, os formandos da turma S1 apresentaram no auditório da AMAL – Associação Musical e Artística da Lourinhã, a peça de teatro “O Crime Não É A Minha Praia” com a sala praticamente cheia. Esta peça foi desenvolvida enquanto actividade integradora da turma S1 no âmbito das disciplinas de Cultura, Língua e Comunicação e Cidadania e Profissionalidade do Curso de Educação e Formação de Adultos (EFA) – Secundário.

Como tudo aconteceu:

Em meados de Maio, na sequência de um pedido dos formandos, o professor de Cultura, Língua e Comunicação, Vítor Matos, acedeu a dinamizar um projecto teatral. O professor propôs o tema da violência dado a notícia que entretanto veio a lume, do alarmante número de armas em posse dos portugueses. Na fase de escolha de textos, optou-se pela dramatização de um texto não-dramático. Escolhido o livro, "Crimes Exemplares" de Max Aub, juntaram-se ao projecto o professor Delfim Campos e a professora Helena Xavier.

Na fase de montagem do espectáculo, os professores Delfim Campos e Vítor Matos delinearam uma base dramática que foi depois sendo experimentada pelos formandos. A interpretação esteve a cargo de: Ana Rita Oliveira, Cláudia Henriques, Fábio Moldes, José Miguel Antunes, Luís Ricardo, Nuno Martinho, Olga Vicente, Pedro Cruz, Rafael Antunes, Rute Delgado e Tatiana Delgado, que interpretaram os personagens; a realização dos elementos cenográficos e a responsabilidade pelo controlo de entradas em cena ficou a cargo do formando Vítor Barros; e o formando Ruben Pinheiro ficou com a responsabilidade da bilheteira. Graças ao trabalho conjunto do colectivo, foram-se afinando as ideias e chegámos ao resultado final que foi apresentado dia 30 de Junho. É de salientar o excepcional empenho e entusiasmo revelado pelos formandos que compareceram às sessões para lá dos tempos previstos de formação e inclusivamente ao fim-de-semana. Em nome do colectivo, ficam os devidos agradecimentos a José Vicente e José Vicente (júnior) pelo seu contributo inestimável a nível de luminotecnia e som de palco e ao sr. Fernando Gonçalves por tão gentilmente nos ter acolhido no espaço da AMAL; à professora Helena Xavier por ter ajudado na caracterização e guarda-roupa e à professora Lurdes Amoedo pela cobertura fotográfica, e mais uma vez ao professor Delfim Campos por ter gravado o espectáculo em vídeo.

Sinopse da peça:

Numa sucessão de motivos para crimes cometidos pelas mais insuspeitadas personagens propõe-se ao público uma reflexão sobre o controlo que mostramos ou não ter sobre as nossas acções e reacções e as consequências que certos actos irreflectidos acarretam. Um segundo pode tudo mudar. Tudo depende de pequenos nadas. Alguém que "se estica"... Alguém que ultrapassa a linha pouco nítida que separa a insanidade da sensatez... É fácil? É difícil? Venham partilhar esses sentimentos connosco!

Texto elaborado pelo professor Vítor Matos

 

Cursos Profissionais

Avaliação Extraordinária

COVID-19

corona

desp_escolar

Associação de Pais

associação de pais

     mapa do site     

     contactos     

             facebook_logo           email_icon           moodle         
© julho de 2019, Agrupamento de Escolas da Lourinhã